seguro-para-doenças-graves
Seguros

Seguro para doenças graves: quais coberturas ele oferece

Tempo de leitura: 4 min

Uma das grandes preocupações das pessoas está relacionada à saúde, buscando maneiras de manter uma boa qualidade de vida. São diversos os fatores que podem provocar uma enfermidade. Por isso, conhecer o seguro para doenças graves é essencial.

Não se trata de uma cobertura básica, mas sim uma proteção complementar que pode oferecer uma boa segurança financeira a qualquer um que esteja coberto em momentos tão difíceis como esse. Contudo, muitas pessoas ainda não conhecem ou entendem como ele funciona.

Pensando nisso, elaboramos este post para esclarecer as principais dúvidas sobre o seguro para doenças graves. Acompanhe!

Como funciona o seguro para doenças graves?

Existem situações inesperadas em que a pessoa recebe a notícia de que é portadora de uma doença de alto risco e precisa se submeter a um certo tipo de tratamento. Para isso, ela necessita ter recursos para continuar cumprindo suas responsabilidades financeiras, considerando que precise se afastar do trabalho.

Ainda, é necessário ter auxílio e suporte para custear os gastos com medicamentos e tratamentos. Foi pensando nisso que as seguradoras criaram coberturas para doenças graves, acobertadas pelas apólices contratadas. Elas funcionam provendo o pagamento de um valor previamente definido no caso do diagnóstico de uma das doenças asseguradas em contrato.

Existem muitas seguradoras que oferecem essa cobertura, mas é importante observar se a entidade ofertante é supervisionada pela SUSEP (autarquia federal responsável por supervisionar as empresas de seguro e previdência) e quais as doenças cobertas pelo seguro ofertado.

Para quem esse seguro é indicado?

Normalmente as doenças surgem com mais frequência em pessoas de idade avançada, mas o número de jovens acometidos por doenças graves tem crescido de forma considerável. Por esse motivo, tal seguro não tem um perfil determinado de pessoa, sendo apontado como uma opção viável no planejamento de famíliadiversas.

Ele pode ser contratado por qualquer indivíduo que tenha entre 18 e 65 anos e esteja apto para assinar a Declaração Pessoal de Saúde (DPS). Por não custar caro, pode se enquadrar no orçamento sem afetar a quitação das despesas.

Outro ponto importante é considerarmos que quanto mais jovem contratar o plano, mais barato será. Se você é jovem, o risco de ser acometido por uma doença grave é baixo, mas o impacto financeiro será alto.

seguro-para-doenças-graves

Quais são as principais coberturas do seguro para doenças graves?

O seguro para doenças graves pode oferecer coberturas para diversos tipos de enfermidade, entre elas:

  • infarto agudo do miocárdio;
  • diferentes tipos de câncer, inclusive patologias que afetam o sistema linfático e leucemias;
  • mal de Alzheimer;
  • acidente vascular cerebral (AVC);
  • cirurgias cardíacas, como a de tórax aberto e revascularização do miocárdio, entre outras.

Para obter a indenização, a doença deve ser diagnosticada após o período de carência. O pagamento será feito de forma simples, depois do envio da documentação para comprovar o diagnóstico da patologia. Via de regra, a seguradora exige apenas os laudos médicos e demais documentos clínicos para corroborar o diagnóstico da enfermidade contida na apólice e as exigências determinadas para o recebimento.

Além disso, é necessário que o segurado tenha vida pelos próximos 30 dias a contar da data de descoberta da enfermidade.

É importante destacar que somente a primeira identificação definitiva de uma das doenças inseridas na apólice é coberta. Isso quer dizer que o seguro não abrange o acúmulo de indenizações no caso da manifestação de mais de uma patologia grave.

Dessa forma, depois de fazer o resgate, a garantia é cancelada definitivamente. O mesmo ocorre no primeiro dia após o segurado completar 70 anos, já que normalmente é a idade limite de cobertura.

O seguro para doenças graves ainda é pouco conhecido, contudo, agora que você sabe melhor sobre ele, é inegável admitir a sua importância para gerar um pouco de segurança financeira para a família em um momento tão delicado. Antes de contratar, pesquise no mercado as opções disponíveis e veja qual se adéqua melhor às suas necessidades.

Gostou deste post? Então, aproveite para assinar nossa newsletter e ficar por dentro de todas as novidades em primeira mão!