Planejamento financeiro

Saiba como controlar suas finanças pessoais evitando 5 erros!

Tempo de leitura: 3 min

Você também tem aquela sensação de que a renda não é capaz de cobrir todo o seu mês? Pois é, infelizmente essa é a realidade de muitos brasileiros. As finanças pessoais nem sempre estão na ordem do dia em termos de organização e isso pode gerar muitos problemas no futuro.

Conseguir se organizar financeiramente é fundamental para que você consiga realizar seus sonhos e objetivos. Fazer uma viagem inesquecível, trocar de carro, montar seu próprio negócio, manter-se longe das dívidas. E, ao contrário do que se pensa, não é difícil conservar as finanças pessoais em dia. Basta que você evite alguns erros fatais, que podem prejudicar muito o seu orçamento. Veja alguns deles!

1. Não ter uma planilha financeira

O primeiro passo para se ter uma vida financeira organizada é adotar uma planilha financeira eficiente. É esse instrumento que permite que você faça o acompanhamento dos seus gastos, podendo saber exatamente onde estão os desvios do orçamento. Assim, você poderá cortar custos desnecessários e economizar.

As pessoas, em geral, não adotam a planilha por pensarem que ela dá trabalho, mas não é verdade. Com um acompanhamento periódico, dedicando alguns minutos do dia, é possível colocar as finanças pessoais em ordem e valorizar mais o seu dinheiro.

2. Comprar por impulso

As compras por impulso são as que mais prejudicam o orçamento. Isso porque, em geral, as aquisições são referentes a itens que não, necessariamente, você está precisando no momento. Roupas, acessórios para o carro ou itens supérfluos no supermercado estão entre os que mais contribuem para os gastos supérfluos.

Parece óbvio e é: a melhor receita para evitar comprar por impulso é não decidir pelo produto no momento em que o vê. Dê uma volta pelo shopping e reflita melhor sobre a compra. A maioria das pessoas que faz isso acaba não comprando.

3. Desprezar a reserva de emergência

Quem não tem reserva de emergência acaba se endividando. É fato que nem sempre temos controle sobre tudo o que acontece na nossa vida. A necessidade de fazer uma viagem de última hora ou um tratamento para uma dor que surgiu sem que você esperasse são ocorrências que sempre estão à espreita. Se você não tiver um valor guardado para isso, precisará recorrer a empréstimos.

4. Exagerar nas compras a prazo e financiamentos

Comprar a prazo é uma solução para quem quer adquirir um produto e não tem todo o dinheiro. Mas cuidado com os excessos. Afinal, de que adianta comprar vários itens se a soma das parcelas acaba tomando toda a sua renda?

O mesmo vale para os financiamentos. Evite fazê-los com prazos muito longos e entradas pequenas. Isso faz com que a incidência de juros afete muito as suas finanças.

5. Ter vários cartões de crédito

Como resistir à tentação de ter mais de um cartão de crédito? Com tantas ofertas, taxas e prazos oferecidos, é fácil se deixar seduzir. Mas cartões de crédito em excesso geram, além das cobranças de múltiplas anuidades, a falsa sensação de que se pode comprar várias coisas. O resultado é o endividamento.

Evitando estes erros, suas finanças pessoais estarão sempre em dia! Se você gostou deste conteúdo e quer saber mais sobre outros temas relacionados, siga nossos perfis nas redes sociais! Estamos no Facebook e no Instagram!