Previdência social e previdência privada
Aposentadoria

Previdência social e previdência privada: quais as diferenças?

Tempo de leitura: 3 min

Todo brasileiro com renda formal sabe que pode contar com a previdência social, mas também sabe que existe a previdência complementar e que investir nela pode ser uma boa decisão. Porém, nem sempre as pessoas entendem como a previdência privada funciona e quais são suas diferenças para o regime geral.

Neste post, vamos explicar o que elas são e quais são suas diferenças para você entender melhor a importância e o funcionamento de ambas. Acompanhe-nos!

Previdência social

A arrecadação desta previdência é de responsabilidade do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS), órgão para o qual todos os trabalhadores têm de contribuir, justamente para que tenham acesso aos benefícios quando precisarem.

É o seguro social que serve a todos os trabalhadores em casos de aposentadoria, afastamento por doenças, acidentes, gravidez e outras ocorrências que culminem com interrupção parcial ou permanente na atuação de trabalhadores.

Ela foi instituída oficialmente para todas as profissões regulamentadas e em âmbito nacional pelo governo federal em 1943, quando a CLT foi promulgada.

Antes disso, em 1888, conforme o histórico da Receita Federal, programas semelhantes voltados a classes específicas começaram a ser desenvolvidos, o que não beneficiava todos os trabalhadores do país.

Atualmente, mesmo com as diversas mudanças estruturais e legais ocorridas, qualquer pessoa que exerça atividade regulamentada e/ou contribua com o INSS tem direito aos benefícios.

Previdência privada

A previdência privada funciona como uma espécie de investimento a longo prazo para atingir objetivos específicos ou apenas complementar aquela já construída com as contribuições ao INSS.

A previdência privada é oferecida em dois tipos: o Plano Gerador de Benefícios Livres (PGBL) e o Vida Gerador de Benefícios Livres (VGBL). Esses modelos se diferenciam em tributação, utilização e outros quesitos.

Por exemplo, enquanto o VGBL é mais indicado para uso como um seguro — seja em vida seja pós-morte pelos familiares —, o PGBL é mais adequado para ser um complemento de renda na aposentadoria.

Em relação à tributação, enquanto o VGBL apenas tem os rendimentos tributados quando solicitado um recebimento de recursos, no PGBL a tributação é feita sobre o montante recebido.

Principais diferenças entre previdência social e privada

Esfera de administração e obrigatoriedade

Diferentemente do que ocorre na previdência social, a contribuição à privada sobre a renda não é compulsória. Portanto, quem deseja contar com ela tem que buscar uma corretora ou um banco que também atue como seguradora, e ofereça a previdência complementar.

Na social, por ser uma determinação de lei, todo empregador, automaticamente, desconta a contribuição do salário dos funcionários e a repassa ao INSS. Se a empresa não fizer os depósitos é cobrada por isso.

Objetivos das instituições administradoras

Na previdência social, os objetivos são dar segurança e uma fonte de renda a pessoas aposentadas ou que, por algum motivo, não possam trabalhar momentânea ou permanentemente.

Já a previdência privada é um complemento, e serve para que o montante ajude a atingir um desejo grande futuro ou para que a renda na aposentadoria seja aumentada, dando mais conforto ao segurado.

Possibilidade de escolha dos formatos de contribuição

Como você viu, na previdência privada é possível escolher o tipo para investir (PGBL ou VGBL), ou mesmo contar com os dois. Já no sistema público, o cálculo é definido por lei de acordo com faixas de renda e só existe essa maneira de contribuir.

Caso queira aumentar a base para sua aposentadoria, a única opção existente é fazer contribuições adicionais facultativas por carnês de pessoas físicas. Quanto maiores são as bases de contribuição ao longo do tempo, maior é a aposentadoria posteriormente.

Agora que você sabe o que é previdência social e privada, como funcionam e como se diferenciam, siga-nos nas redes sociais para acompanhar mais conteúdos. Estamos no Facebook, no Instagram e no LinkedIn.