previdência-privada
Aposentadoria Previdência Privada

Previdência privada ou Investimento?

Tempo de leitura: 3 min

Quando se fala em investimentos, é muito comum que as pessoas tenham dúvidas sobre qual é a melhor alternativa. Na verdade, não existe uma fórmula que seja ideal para todas as pessoas, estilos de vida e rendimentos. Seja um investimento ou previdência privada, antes de fazer uma escolha sobre onde aplicar o dinheiro é preciso levar em consideração alguns aspectos.

Nesse sentido, não existe investimento errado, inclusive, cada modalidade tem suas vantagens e desvantagens quando o estilo de vida do investidor é levado em consideração. Então, para você que tem dúvidas sobre o assunto e quer entender um pouco mais para saber como investir o dinheiro da melhor maneira, abaixo, explicamos as principais diferenças entre investimentos e previdência privada.

Principais tipos de investimentos

No Brasil, existem alguns investimentos mais conhecidos, como é o caso da poupança. Mas existem outros tipos que também vale a pena conhecer. Entre os principais investimentos existentes no país, podemos destacar os seguintes:

  • fundos de investimentos;
  • renda fixa e variável;
  • previdência privada;
  • poupança.

Um fundo de investimento nada mais é do que um grupo de vários investidores que tem seus recursos administrados por um gestor especializado. Ou seja, não é preciso ter conhecimento sobe o mercado de ações, apenas deixar que o profissional execute seu papel. As vantagens são a praticidade e os a grande experiência que os gestores via de regra possuem.

A renda fixa é aquele investimento em que o cliente já sabe no momento do investimento o quanto irá receber ao final do prazo da aplicação. Ou seja, é perfeito para aqueles clientes mais cautelosos. Por outro lado, existe a modalidade de renda variável, onde o investidor não tem como saber quanto o seu recurso irá render. Exemplos de renda variável são as ações e fundos imobiliários, por exemplo.

Já a previdência privada é um plano de investimentos para quem pensa a longo prazo, para ser usado como uma aposentadoria ou mesmo complemento da mesma. Levando em consideração que a previdência pública não oferece um grande retorno para os aposentados em geral, essa opção é ideal para quem pensa em ter uma vida econômica estável na terceira idade.

Uma das principais vantagens é que esse investimento pode ser feito em várias instituições financeiras, ou seja, o cliente tem muitas opções para escolher a mais adequada para o seu bolso. Para quem ganha acima do teto do INSS, a previdência privada também se torna uma excelente alternativa para um complemento da renda. Sem contar que ela também é a mais indicada para profissionais autônomos e liberais.

Sem dúvidas, um dos investimentos mais conhecidos entre os brasileiros é a poupança. No entanto, se considerarmos o rendimento dessa modalidade nem podemos considerar como um investimento, já que o retorno é baixíssimo. Claro que a facilidade com que uma poupança pode ser administrada e a segurança do resgate são atrativos importantes. Mas não se pode deixar de mencionar que o rendimento é baixo demais.

A escolha ideal – Investimentos ou Previdência Privada?

Como você já percebeu existem vários tipos de investimentos e a melhor escolha será sempre aquela que esteja dentro do seu perfil. Há pessoas que aceitam lidar com riscos maiores e, consequentemente os ganhos também serão mais altos, enquanto outras são mais cautelosas, e preferem investir com maior segurança de retorno.

Vale a pena também sempre buscar informações para sanar suas dúvidas e, certamente, uma empresa especializada poderá ajudar a encontrar o melhor caminho para o mundo dos investimentos.

Se você gostou deste conteúdo sobre investimento ou previdência privada, aproveite para entrar em contato conosco agora mesmo para que possamos ajudá-lo a encontrar o seu perfil de investidor!