Planejamento Familiar
Financeiro Planejamento financeiro

Planejamento Familiar: 5 dicas para programar os gastos da família

Tempo de leitura: 3 min

O planejamento familiar é essencial para conquistar qualquer objetivo. Porém, a maioria das pessoas deixa essa prática de lado e acaba prejudicando o seu orçamento.

Para organizar as finanças de sua família, é preciso ter disciplina. Além disso, todos devem estar envolvidos nessa tarefa para não gerar conflitos.

Para ter uma vida financeiramente tranquila, o planejamento torna-se indispensável. É por meio dele que você conseguirá identificar se o seu dinheiro está sendo usado da melhor forma possível.

Quer saber como fazer um planejamento familiar eficiente? Então confira nossas 5 dicas para programar os gastos da família!

1. Anote todos os gastos

Para ter o controle das suas despesas, é necessário anotar todos os gastos da família, e isso vai desde a compra de um doce de R$ 0,15 até o pagamento de dívidas maiores.

Dessa maneira, você poderá identificar para onde o seu dinheiro está sendo direcionado e, se necessário, criar estratégias para utilizá-lo melhor.

O controle de gastos serve também para verificar se as suas despesas não estão superando a sua receita. Em caso positivo, é preciso pensar em uma maneira de conseguir uma renda extra para arcar com todos os compromissos ou cortar alguns gastos mais supérfluos.

2. Estabeleça um limite para os gastos

O limite de gastos deve ser estabelecido para toda a família. Com ele definido, é preciso verificá-lo semanalmente, a fim de conferir se todos estão colaborando.

Ao estabelecer esse limite, todos se tornarão mais educados financeiramente. Eles entenderão o valor do dinheiro e se conscientizarão da necessidade de não gastar com coisas que não são necessárias.

3. Faça um planejamento das suas compras

Todas as compras precisam ser planejadas, tanto as do supermercado quanto as de utensílios pessoais (roupas, calçados etc.).

Assim sendo, é necessário que, antes de ir ao supermercado, você faça uma lista das mercadorias que precisam ser compradas.

Para “renovar o guarda-roupa”, é interessante que você junte uma certa quantia em dinheiro para então estipular uma data de realizar as compras. Pode ser no início de cada estação, por exemplo.

Essas são práticas que auxiliam na diminuição de gastos e incentivam a educação financeira na família.

4. Elimine os gastos supérfluos

Nesse momento, você precisa se reunir com a sua família para avaliarem quais são os gastos que podem ser eliminados.

Enfatize que, a partir de agora, vocês têm objetivos bem definidos e que precisam abrir mão de algumas regalias para alcançá-los.

Caso existam despesas que não possam ser eliminadas, tente, pelo menos, diminuí-las.

5. Controle o uso do cartão de crédito

O cartão de crédito é um verdadeiro perigo para quem não tem uma boa organização financeira. Nesses casos, é importante que o seu uso seja controlado.

Evite usá-lo para pagar contas em restaurantes ou qualquer outra despesa difícil de ser controlada. Dê preferência para utilizá-lo somente quando for realmente necessário, como na compra de um móvel ou eletrodoméstico para a casa.

O planejamento familiar é essencial para que você possa proporcionar à sua família uma vida confortável e tranquila. Além disso, ele vai impedir que você acumule dívidas maiores, otimizando o controle dos seus gastos e melhorando a sua gestão financeira pessoal. Portanto, não deixe de seguir essas dicas, pois elas são fundamentais para você ter uma administração impecável das suas finanças.

Gostou do nosso post? Então compartilhe-o nas redes sociais e ajude os seus amigos a também programarem melhor os gastos da família!