Seguro de membros para médicos

Entenda como funciona o seguro de membros para médicos

Tempo de leitura: 6 min

Antes de saber o que é o seguro de membros para médicos, é preciso entender que a carga horária dos médicos é bastante intensa. A gente sabe que eles precisam tomar decisões rápidas e que podem, sem querer, acabar prejudicando alguma parte do seu corpo. Apesar dos profissionais usarem equipamentos de proteção, às vezes, cortam a ponta do dedo ou sofrem um acidente mais grave com as mãos. Nesses casos, o trabalho é prejudicado, pois são partes do corpo indispensáveis para a sua rotina. 

Um cirurgião, por exemplo, precisa da mão para realizar uma cirurgia complicada, assim como, o dentista que não consegue executar o trabalho sem esse membro do corpo. Por isso é fundamental ter um seguro que preserve não só a sua vida, mas também outras partes do corpo que ajudam em sua atividade. Grande parte das pessoas desconhecem esse tipo de seguro, portanto, vamos esclarecer todas as dúvidas para que você não seja surpreendido por nenhum imprevisto. 

Neste artigo, você aprenderá: 

  • O que é o seguro? 
  • Como funciona? 
  • O que cobre? 
  • Como receber o dinheiro?
  • O que não está incluso no seguro?

Boa leitura! 

O que é o seguro de membros? 

O seguro de membros é conhecido também como Invalidez Permanente Total ou Parcial por acidente (IPA). Os profissionais, geralmente, não conhecem esse tipo de cobertura, mas diversas seguradoras oferecem a possibilidade de adicionar proteção em várias partes do corpo como por exemplo mãos, dedos e olhos. Na hora de firmar um novo contrato, basta pedir o acréscimo para ter tranquilidade e segurança em seus dias de trabalho. 

IPA e ILPD: qual é a diferença? 

A cobertura por invalidez tem duas modalidades: invalidez permanente total ou parcial por acidente (IPA) e invalidez funcional permanente total por doença (IFPD). A primeira é quando ocorre algum problema com órgãos e membros. Já a segunda é uma doença incapacitante e que não tem recuperação ou reabilitação. 

Há ainda outro tipo de invalidez, conhecida como invalidez completa, isto é: o profissional não tem mais capacidade para desempenhar qualquer tipo de função. Além disso, depende de cuidados externos para executar as suas atividades normais do dia a dia. 

Como funciona o seguro de membros? 

O seguro de membros para médicos tem uma diferença muito interessante se comparado aos seguros tradicionais. No primeiro, o paciente recebe o dinheiro integral e não só parte do capital pela invalidez parcial. Para isso, o membro ou o órgão que sofreu dano precisa estar listado nas condições gerais da apólice. 

Ou seja: o cirurgião só receberá o valor estipulado caso a perda total ou funcional das mãos estiver descrita no seguro. 

Já nos seguros tradicionais o segurado recebe somente o valor parcial, o que seria muito complicado, especialmente no momento de dor em que o paciente está impedindo de trabalhar. 

As mãos são apenas um exemplo para que você entenda de forma simples o funcionamento do seguro. Mas ele pode cobrir outras partes do corpo. 

  • pernas; 
  • cotovelo;
  • ombro;
  • indicadores;
  • polegares. 

Esse tipo de majoração é recomendada para profissionais liberais, médicos e dentistas que usam frequentemente essas partes do corpo para trabalhar. Porém, em alguns momentos, há divergências sobre a causa da invalidez. Para resolver a questão, a dúvida é encaminhada a uma junta médica formada por três profissionais, que são indicados pela seguradora e pelo segurado. O terceiro é escolhido pelos dois que já foram indicados e ele terá o voto decisivo. 

O seguro ainda contém outras regras que é interessante destacar neste texto. 

  • se o segurado sofrer o mesmo acidente e esse problema resultar na invalidez de mais um membro ou órgão, a indenização será calculada somando-se as percentagens respectivas, sem exceder 100% do capital segurado; . 
  • em caso de duas ou mais lesões em um mesmo membro ou órgão, a soma das porcentagens correspondentes não poderá exceder ao percentual de indenização prevista para a sua perda total. 

Como o segurado recebe o dinheiro? 

O valor da indenização é usado na forma de renda complementar à oferecida pelo auxílio – doença e pela aposentadoria por invalidez do INSS. O dinheiro serve para as despesas da saúde do paciente, remédios, equipamentos de acessibilidade e tratamentos de reabilitação. 

Para receber o dinheiro, o médico deve portar os seguintes documentos. 

  • cópia do documento de identidade;
  • formulário de habilitação dos benefícios;
  • formulário de aviso de sinistro seguro de acidentes pessoais; 
  • cópia de laudos médicos e resultados de exames; 
  • comunicado de alta médica seguro de acidentes pessoais; 
  • comprovante de residência atualizado;
  • boletim do atendimento hospitalar com a data do acidente;
  • documento relatando o acidente; 

Para entender o cálculo de indenização em caso de invalidez permanente, a seguradora tem uma tabela para que o processo seja o mais transparente possível. 

O capital é 100% assegurado em caso de perda total da visão de ambos os olhos, dos membros superiores e inferiores, das mãos e dos pés. A alienação mental total ou incurável também se enquadra nesse grupo. 

Na invalidez permanente parcial ocorre alterações no capital segurado. A surdez total dos ouvidos é de 20%, enquanto a fratura não consolidada do maxilar inferior é de 20%. 

O processo é mais simples do que parece. A gente sabe que a vida do médico é cheia de imprevistos, portanto, o ideal é sempre estar preparado para os acidentes da profissão, mesmo que seja exigido muitos documentos. 

O que não está incluso no seguro? 

O médico precisa ficar atento na contratação do serviço, pois há alguns riscos que são excluídos da cobertura de seguros de vida. Geralmente, são o uso de material nuclear e acidentes nucleares, operações de guerra, a lesão causada por esforço repetitivo (LER), além da lesão por trauma continuado (LTC) e outros tipos de doenças similares. 

Existem vários tipos de seguros disponíveis para médicos, no entanto, deve-se contratar aquele que te deixa mais tranquilo para desenvolver suas atividades ao longo do dia. Leia o contrato com atenção e verifique se está escrito o que pretende contratar. Na Akiva você tem sempre os melhores planos com preços acessíveis. 

Após descobrir as principais informações relacionadas ao seguro de Invalidez Permanente Total ou Parcial por acidente (IPA), você ainda teve alguma dúvida sobre o assunto? Então, compartilhe conosco nos comentários abaixo, pois temos um time de especialistas pronto para ajudá-lo da melhor forma.