Gestão de Riscos

Como escolher um seguro de vida: 4 dicas para encontrar o ideal

Tempo de leitura: 3 min

Há pouco tempo, escolher um seguro de vida era uma das dúvidas mais comuns dos brasileiros, já que faltava informação no mercado relativa à contratação de apólice de proteção.

O aumento da demanda, no entanto, fez crescer o número de empresas oferecendo esse serviço no Brasil, já que o brasileiro está começando a se preocupar mais com o futuro de sua família, no caso de algum evento adverso.

Contudo, saber como escolher um seguro de vida adequado nem sempre é uma tarefa fácil. É preciso analisar diversos pontos, como: custo, cobertura, valores resgatáveis, além de outros elementos que podem pesar na contratação. Se quiser saber 4 dicas valiosas de como escolher seu seguro de vida, continue a leitura!

1. Confira a abrangência das coberturas

Com o aumento da oferta de seguros de vida, também se inicia uma segmentação de suas coberturas, sendo possível encontrar determinadas opções que se encaixem melhor em sua demanda atual.

As coberturas podem ter várias abrangências, como a “por morte”, na qual não interessa a sua causa, e a “por morte acidental”, na qual sua família só receberá os valores de resgate caso o falecimento tenha se dado por um acidente.

2. Verifique as assistências oferecidas

Outra distinção comum entre as apólices, atualmente, é a questão da assistência em caso de falecimento, que não fica apenas na mera liberação dos valores de resgate, mas também pode fornecer diversos outros serviços.

Por exemplo, algumas apólices oferecem auxílio funeral, serviços de transporte em caso de morte em um local distante, cremação e, até mesmo, acompanhamento profissional de psicólogos para a família.

3. Esteja atento ao reenquadramento etário

Quanto mais velho você for, maiores serão os valores de contribuição cobrados pela seguradora, uma vez que seus riscos de morte natural aumentam exponencialmente, sendo que algumas empresas não aceitam realizar seguros de vida para pessoas acima de 65 anos.

Na hora de firmar o contrato com a seguradora, verifique se existe o aumento de valores por questões de reenquadramento etário e evite ter de começar a pagar mais caro depois de já estar segurado.

4. Analise os valores de resgate

Um dos principais pontos a serem avaliados na hora de buscar por um seguro de vida tem relação com os valores a serem resgatados no momento de uma necessidade. Você não deve atentar somente à parcela de contribuição, mas também à saúde financeira de sua família em sua falta.

Para encontrar o valor ideal para resgate, é preciso que você faça alguns cálculos para entender quais serão os gastos de sua família, caso você não esteja presente, e busque por um seguro que possa cobrir, pelo menos, parte dessas despesas e garantir o conforto de seus entes queridos.

Como você pode ter notado ao longo deste texto, contratar um seguro de vida que possa cumprir com todas as suas demandas não é uma tarefa simples e exige conhecimento.

Por conta disso, o ideal é buscar apoio para essa tarefa na figura de consultores especializados, que contam com qualificação na área e podem orientá-lo da melhor forma possível sobre como escolher um seguro de vida adequado.

Se gostou do nosso post e quer ter acesso a mais informações, que tal entrar em contato conosco?