Seguros de pessoas
Gestão de Riscos

Afinal, o que é o Seguro de Pessoas?

Tempo de leitura: 5 min

Ao longo do percurso da vida você pode passar por diversas situações desafortunadas, como o surgimento de doenças, possíveis acidentes e danos físicos, incapacidade de trabalhar e até, em último caso, a inevitável morte.

Por isso, é importante conhecer os tipos de seguros de pessoas que podem proteger você e sua família em situações inesperadas. Os seguros visam garantir o pagamento de indenização ao segurado ou seus beneficiários, observando as coberturas e condições contratuais acertadas na hora da aquisição.

Trouxemos no post de hoje os 5 principais tipos de seguros de pessoas para que saiba qual deles melhor serve para você e seus dependentes. Acompanhe!

Seguro de vida por morte natural

O seguro de vida por morte natural ou seguro de vida de morte por qualquer causa oferece uma cobertura em caso de morte do titular do plano e só é válido enquanto o contratante estiver pagando o prêmio (contribuição mensal para ter direito a cobertura do seguro). Caso contrário, é cancelado.

O segurado pode desistir de pagar o seguro a qualquer momento, mas não é reembolsado pelo valor pago. Este seguro também pode ter a opção de contratar a cobertura extensiva ao cônjuge, dependendo da seguradora. A vigência (período de validade) do seguro pode ser anual, de 5 em 5 anos, vitalícias ou até mesmo outro período definido em contrato.

Esse tipo de seguro pode ou não ter reenquadramento etário, ou seja, aumento do valor do prêmio conforme a idade do segurado. Por outro lado, as apólices desse seguro possuem melhor custo que as apólices resgatáveis (que permitem a recuperação de parte do valor no cancelamento do seguro).

É um seguro bastante útil em diversos casos e serve tanto para aqueles que já têm um bom patrimônio até para os que desejam fazer planejamento sucessório.

Seguro de vida resgatável

Esse seguro permite o resgate de um percentual do prêmio total após determinado prazo de carência. Isto é, se o segurado quiser desistir do seguro ou precisar de recursos, pode cancelá-lo e solicitar o resgate. É importante observar como funciona a correção do resgate e a partir de qual contribuição ela começa a ser constituída.

Ao contratar esse tipo de seguro, o segurado compra a apólice e paga o prêmio durante um período estabelecido. Depois disso, ele não precisa mais pagar e fica protegido para o resto da vida — ou até que decida resgatar o valor que tem direito.

Porém, se o seguro tiver a característica de seguro total, no final da vigência o segurado terá de resgatar o valor de reserva e deixará de fazer jus à indenização do seguro

Esses benefícios geralmente tornam o seguro resgatável mais caro do que o tradicional. No entanto, não há reenquadramento etário. Ele pode ser ideal para quem quer um seguro que tenha vigência enquanto a pessoa viver ou que tenha receio de não conseguir arcar com as correções anuais do seguro de vida temporário.

Seguro por diária de afastamento temporário

Esses seguros não são resgatáveis e via de regra sofrem reenquadramento etário, oferecendo coberturas fundamentais para autônomos e para quem depende exclusivamente de seu trabalho para ter renda.

A indenização deste seguro proporcionará ao segurado uma renda diária proporcional à renda que ele tem em caso de algum acidente ou doença coberta que o impeça de desenvolver suas atividades profissionais.

Por exemplo, um médico tem uma renda de R$30.000 por mês e depende somente do seu trabalho para obter essa renda, mas se acidentou e quebrou o braço. Com o seguro, ele terá uma indenização de R$1.000 por dia enquanto ficar afastado (geralmente as indenizações são de até 1 ano por evento).

Seguro de invalidez parcial por acidente

Esse produto proporcionará uma indenização ao segurado em caso de acidente que gere a invalidez de algum membro de seu corpo. Quando ocorre a invalidez, geralmente é seguida a tabela de indenizações constante nas condições gerais do seguro. Nessa tabela, cada membro tem um valor pré-determinado de indenização, que é definido por um percentual da cobertura contratada.

Existe a possibilidade de contratação da invalidez majorada, em que aumentam os membros que proporcionarão indenização de 100% do valor contratado. As indenizações deste seguro são bem flexíveis e devem ser contratadas de acordo com as necessidades do segurado.

Seguro de doenças graves

Esse seguro oferece o pagamento do capital determinado aos contratantes que descobrem, com o auxílio de diagnósticos, doenças de alto risco.

O produto serve como um importante complemento para proporcionar mais tranquilidade e fôlego financeiro, já que pode ser usado livremente tanto para consultas com médicos especializados, como em tratamentos mais avançados ou manutenção do padrão de vida.

Estatísticas da SUSEP (Superintendência de Seguros e Previdência) apontam que as coberturas deste seguro que mais ocorrem indenizações são: câncer, infarto e AVC.

Como você viu, os diversos tipos de seguros de pessoas existem para oferecer mais tranquilidade e segurança ao contratante e sua família. Essa é uma das melhores maneiras de se proteger contra os imprevistos da vida.

Porém, antes de contratar qualquer seguro, faça um bom planejamento familiar e analise qual deles pode trazer mais benefícios de acordo com suas necessidades.

E você, gostou deste conteúdo? Então agora entenda de uma vez por todas quais situações fazem você precisar de um seguro!